China x EUA: O que o Brasil ganha e perde com a guerra comercial

China x EUA: O que o Brasil ganha e perde com a guerra comercial


Desde o ano passado China e Estados
Unidos travam uma complexa guerra comercial sem data para acabar Tudo começou quando o presidente americano impôs tarifas sobre a importação de aço
e alumínio chinês em março de 2018 A China retaliou com tarifas sobre
produtos americanos, principalmente alimentos Desde então, milhares de itens comercializados pelos dois países de,
cereais e combustíveis, a motos e carros passaram a pagar mais impostos dos dois lados E mais recentemente, o presidente Donald Trump decidiu barrar empresas americanas de comercializarem com a Huawei Que é a maior empresa chinesa de
tecnologia de celulares competidora direta da Apple e da Samsung Para cumprir com a ordem do governo Trump o Google baniu suporte técnico, serviços e aplicativos nos novos aparelhos da Huawei Empresas americanas que operam na China já aguardam a retaliação Bom, como essa disputa envolve as duas maiores economias do mundo, os efeitos recaem sobre todos os países e podem atingir
em cheio o Brasil também Mas o impacto não é só negativo não, tem país lucrando
com isso no curto prazo E o nosso é um deles. Eu sou Nathalia Passarinho, repórter da BBC News Brasil aqui em Londres E hoje eu vou detalhar duas oportunidades e dois riscos que a guerra comercial traz para o Brasil No final do vídeo, vou
falar sobre como o nosso país se posiciona nessa queda de braço entre as
duas potências mundiais Primeira oportunidade: exportação de alimentos
para a China Produtos agrícolas americanos foram os mais afetados pela alta nas tarifas impostas pelo governo chinês Principalmente soja, amêndoas
maçãs, laranjas e carnes Para substituir essas commodities, que ficarão
mais caras o gigante asiático teve que procurar
outros fornecedores O Brasil como terceiro maior exportador
agrícola do mundo, atrás só dos Estados Unidos e da união Europeia, é um
substituto natural E pelo visto os agricultores brasileiros souberam
aproveitar bem essa oportunidade Uma pesquisa da Confederação Nacional da
Indústria mostra que em 2018 Primeiro ano da guerra comercial, as exportações
brasileiras para a China cresceram 35% na comparação com 2017,
gerando uma balança comercial positiva para o Brasil em 30 bilhões de dólares.
Vamos ver um exemplo: A soja é o principal produto vendido pelo Brasil
para a China Responde por 37% da nossa exportação para lá No ano passado a gente vendeu R$ 7 bilhões a mais em soja para os chineses Um crescimento de 34% Agora outros setores também aumentaram as vendas,
principalmente de carne bovina, algodão e carne suína Olha que o gerente de
negócios internacionais da CNI diz sobre isso Segunda oportunidade: venda
de produtos industrializados O Brasil tem diminuído nos últimos anos
a exportação de itens manufaturados Ou seja, que têm alguma tecnologia envolvida.
Como automóveis, aviões, autopeças e máquinas e equipamentos. No ano passado e
tem industrializados responderam só por 36% das nossas exportações.
A maior parte vai para a Argentina Segundo especialistas com quem eu
conversei, a guerra comercial entre China e Estados Unidos Pode representar uma oportunidade para a gente aumentar a venda desses produtos Como? Alguns dos bens chineses sobretaxados pelos Estados Unidos Também são produzidos no Brasil. Como combustível refinado, autopeças e máquinas usadas na indústria. Esses
setores podem tentar aproveitar o vácuo deixado pelos produtos chineses que
ficaram mais caros por causa das tarifas americanas Olha já houve um aumento das exportações brasileiras para os Estados Unidos de
R$ 1,2 bilhão em 2018 na comparação com 2017, mais focado no
setor de combustíveis brutos, ou seja pelo visto a indústria brasileira ainda
não conseguiu aproveitar esse nicho Agora tem outra questão que é importante
lembrar, segundo especialistas A guerra comercial é uma faca de dois gumes para
os nossos manufaturados Pode ser que a China tente empurrar
para o Brasil os produtos que não conseguiu vender para os Estados Unidos.
Se fizer isso, a indústria brasileira pode sofrer com a competição no mercado interno Provocado pela inundação de produtos chineses Agora, vamos aos riscos mais mais diretos que a guerra comercial traz O primeiro é o risco de perda de investimentos Um dos principais aspectos
negativos da disputa comercial é a Impresi…imprevisibili… imprevisibili Cara, eu nunca consigo falar essa palavra Um dos aspectos negativos da disputa comercial É imprevisibilidade.
Se por um lado a indústria brasileira pode lucrar, se investir na venda para a
China e Estados Unidos, essa aposta não deixa de ser arriscada.
Bom, arriscada como? Eu vou dar um exemplo De olho na oportunidade de vender mais para os
americanos, uma empresa de autopeças brasileira pode aumentar a produção
contratar mais funcionários e direcionar parte do orçamento para organizar essa
exportação para os Estados Unidos Se a disputa comercial com a China continuar,
esse investimento pode valer a pena Mas e se o presidente Donald Trump e o
presidente Xi Jinping trocarem apertos de mão e decidirem suspender as tarifas? Bom, todo esse investimento vai pro ralo Segundo risco: desaquecimento da economia mundial A consequência mais
temida da disputa entre Estados Unidos e China Sem dúvida nenhuma é uma recessão
econômica a nível global, ou seja Uma redução do consumo e da produção na
China e nos Estados Unidos ao ponto de escalar para uma diminuição
do comércio no mundo todo Se os países comprarem e consumirem menos, vão crescer menos também Vale lembrar que a China é o principal parceiro comercial do Brasil E os Estados Unidos o segundo Se o Brasil exportar menos para esses dois países, vai crescer menos Por fim, vamos falar de como o Brasil deve
se posicionar nesse xadrez Como eu disse, comércio tanto com
os Estados Unidos, quanto com a China É crucial para o Brasil.
Embora o presidente Jair Bolsonaro Esteja se aproximando fortemente do
governo Trump e tenha no passado acusado A China de estar comprando o Brasil, nos
últimos meses o governo brasileiro parece querer manter as boas relações
com ambos os países Exemplo disso foi a viagem do
vice-presidente Hamilton Mourão à China Para tentar atrair investimentos
chineses . E Bolsonaro já anunciou que pretende fazer ele próprio uma visita à
Pequim no segundo semestre Por enquanto, China e Estados Unidos não incitaram
nosso país a tomar partido Segundo o professor de política
comparada da Universidade Chinesa de Hong Kong James Downes, a estratégia mais
inteligente para o Brasil É ficar cima do muro. Manter boas relações com os
dois lados E a gente vai continuar acompanhando essa novela Se você gostou desse vídeo, curta e compartilhe E se tiver sugestão ou
comentário é só escrever aqui Até a próxima

Tagged , , , , , , , , , , ,

About Nicklaus Predovic

100 thoughts on “China x EUA: O que o Brasil ganha e perde com a guerra comercial

  1. Seu público alvo é investidores? Se for, traga mais números. Cadê as análises estatísticas? Previsão probabilística? Não significa que o vídeo está ruim, mas está muito simplificado.

  2. 7:32 ADORARIA VER RESUMOS DOS PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS DO BRASIL E DO MUNDO, APRESENTADOS EM UMA LINHA CRONOLÓGICA CRESCENTE QUE RESPEITE, QUANDO POSSÍVEL, O A DURAÇÃO DE 10 MINUTOS.

  3. Turminha da direitinha, vamos juntos unir as forças do bem no dia 26, manifestando para exigir a #Reforma da Previdência, queremos agilidade na aprovação das reformas urgentes para o Brasil e o Governo Bolsonaro está do lado dos brasileiros e queremos ajudar o nosso Presidente da República que tem pressa em fazer um Brasil grande, com desenvolvimento em todos os setores que produz riqueza e alimentos, gerando empregos e boa renda para todos os brasileiros realizarem seus sonhos. Dia 26 podemos contar com as pessoas de bom coração do nosso Brasil. Direita de Coragem combatendo a esquerda covarde, esquerda quer acabar com o Brasil igual a Venezuela que acabou com a ajuda do Lula e Dilma sustentando Maduro torturador que faz o povo morrer de fome.

  4. Matéria maravilhosa, mas se puder não coloca esse fundo com pontinhos pretos, por exemplo 6:08, pois eu fiquei meia hora tentando limpar a tela do meu notebook acreditando que era sujeira.

  5. EUA só querem o neoliberalismo na casa dos outros. Com eles o negócio é o protecionismo. E o Brasil entregando nossas riquezas a preço de banana aos drogados dos States.

  6. muito bom bem explicado, faz mais videos nesse sentido fico otimo, Fala sobre o Brasil se ele deixa a chinaq , ela sofre com isso??

  7. Adoro quando os repórteres assumem os erros e fazem piada disso! Haha
    Fica um clima descontraído sem perder a seriedade da notícia!
    Parabéns Natália!

  8. Quando vou falar palavras grandes, complexas e trava-línguas, divido-as mentalmente em três partes. Claro, sem falá-las soletrando. Ex. Imprevi.sibili.dade. Outros exs. Carboxi.metil.celulose, despropor.cionada.mente😉

  9. Exportação de matéria prima e um vôo de galinha.
    Diversifica e agrega valor traz mais benefícios.

  10. Se eu não estiver enganado há anos e anos, a pronúncia do nome da empresa chinesa Huawei é "uauei" e não "rauei"

  11. Era tão bom quando teve crise nos Eua, dólar tava 1.50. Podia ter outra, comprar RN7 por 400 reais. 😈

  12. crescer não éo mais importante, mas ser suficiente, primeiro para si mesmo, daí, se valer a pena exportar, isso é crescimento.

  13. Mercosul…embora a argentina..esteja tolhida pelo manipulação..fa europa..e estados unidos ocidente. ..contra ocidente

  14. 3:30 Bens Chineses produzidos no Brasil? São estatais chinesas? Ou a gente comprou o direito de fabricar esses produtos?

  15. Esses vídeos são ótimos, mas acho que deveriam editar quando as jornalistas se enrolam com alguma palavra.

  16. Não é tão simples assim. Os EUA nao vao deixar "a gente" vender pra China assim como vc fala. Somos capacho dos EUA, nos e principalmente "nosso presidente"

  17. por favor, continuem desta forma, sem se posicionarem quanto "esquerda ou direita". O País precisa de uma equipe elite de informação. Que tenha uma visão mais ampla e que nos ajude a entender o melhor para o nosso País.

  18. O Brasil tá minado. Essa tentativa de Tramp de trazer as empresas de volta aos EUA coloca um freio nas grandes multinacionais, que quebram um país inteiro pra depois ofertar suas linhas de crédito e produção. E justo isso estava sendo aplicado aos EUA.

  19. Que o Brasil em si continue encima do muro e não tome partido de nenhum dos dois lados. Que não vá pela cabeça de cachorrinho da América do Bolsonaro.

  20. O Brasil não ganha dinheiro porque exporta o produto bruto e não industrializado, o Brasil é uma porcaria que não presta

  21. Oi, sou chinesa, e não duvido que o Brasil vai se beneficiar da guerra comercial, e fico feliz pelo Brasil. Mas há uma coisa que tenho que falar, Nathalia, o mapa que você mostrou está errado. O tamanho da China é bem maior que isso, porque Tibet é uma parte nossa.

  22. …só o fato de ler e ouvir o que nos interessa sem precisar pagar como faz o Globo, Estadão , Folha, Veja, …é uma beleza…parabéns BBC News

  23. É um momento em que matematicamente os economistas brasileiros tem que sentar na mesa e lá em Brasília o presidente jair messias Bolsonaro precisa saber como tampar esse buraco e fazer negócios com os dois paises os Estados Unidos e a China sem correr riscos é uma boa oportunidade para o Brasil firmar acordos seguros independente se eles vão se alinhar ou não o Brasil também está na guerra comercial e precisa subir na escala até Washington U.S

  24. Só esqueceu de falar da maior consequência que essa guerra pode trazer: o desmatamento. Quanto maior for a demanda de soja, mais esses agropop de merda vão querer plantar para poder vender. Nesse governo então!? A festa.

  25. Enquanto isso bolsonaro a mando dos EUA hostiliza quem compra aqui, seja China ou oriente médio, em contra-partida fica do lado dos americanos que mal compram da gente, pelo contrário, sempre procuram destruir, "tomar" produtos e empresas Brasileiras.

  26. EUA quer fazer negócios com seus aliados, óbvio, freiando a China que tem um grande potencial para se tornar um poder militar e econômico capaz de enfrentá-los e influenciar o mundo! A guerra comercial é para afetar a pólvora chinesa. Inimigo bom é…

  27. ótima análise da situação sobre a guerra comercial EUA VS CHINA, vale lembrar que um planejamento a curto prazo é a melhor alternativa nessa situação, grande oportunidade para o agronegócio e o aumento do PIB no brasil.

  28. Agora a China vai investir na África para suprir suas necessidades no agronegócios, em longo prazo ela não vai comprar de ninguém. Esse é o preço de toda guerra, a descoberta de novas tecnologias e caminhos.

  29. Brasil tinha que aproveitar e export ar e crescer na economia a china logo logo sera a maior economia no mundo

  30. Muito hilária.a situação do Brasil no cenário mundial.
    O.obvio esta em nossa cara desde sempre e ainda continuamos a crer no imaginavel. Veja que não importa o que acontece la fora , pode ser.um cenário ruim ou maravilhoso . No Brasil continua a mesma coisa , nada muda . Se a gasolina cai ou sobe havera mudança relativa la , mas aqui só sobe . Nos deveríamos ser estudados mesmo .

  31. Resumo da história, porque escolher uma loirona dos olhos azuis e uma asiática gostosona se você pode sair com as duas?

  32. Em verdade , o Brasil já está em uma boa onda, e não perderá à oportunidade , veja o Brasil é um país com recursos e riquezas variadas, sem falar que somos produtor de tecnologia, a ideia do Presidente ao falar que à tecnologia é um braço forte da economia ele está 100% certo, pós isso qualifica pessoas e dinamiza produtos avante Brasil. Gratidão

  33. Outra matéria excelente! Vou garimpando as notícias transmitidas por ela e aproveitando a excelente abordagem. Show!!! 👏🏻👏🏻👏🏻

  34. essa ideia de crescer e equivocada…. tanto os estados unidos e a china apenas produz lixo kkkk

  35. E TOP DEMAIS PRO BRASIL, PODEMOS APROVEITAR E VENDER PROS DOIS E CADA VEZ PRODUZIR MAIS PRA DA CONTA DA DEMANDA E COM ISSO VEM MAIS MÃO DE OBRA QUE SEGUINIFICA MAIS TRABALHO DESENVOLVIMENTO

  36. Eu so to preocupado é com meu FGTS, que vai sair logo logo kkkkkkkkkkk.
    quero é gasta, quero comprar…!
    quero fazer minha parte, esquentando a economia do Brasil, como ? gastando todo meu FGTS

  37. Mas como o Brasil vai manter essa relação com a china e Estados unidos se a crise na Venezuela esta colocando o Brasil contra esses dois países?

  38. A posição mais estratégica pro Brasil agora é a neutralidade.
    O Brasil pode aproveitar e muito dos benefícios dessa guerra. É como se uma empresa de armas da Suíça vendesse pro Eixo e pros Aliados, só sairia no lucro.
    O Bolsonaro anda meio assim com a China, mas ele tem que ficar ciente dos benefícios que a comercialização com ela traz ainda que haja concessões ideológicas.

  39. Por termos um superavit com China, de fato. Eles podem tentar empurrar mais produtos para nós. Vide que muitos produtos que compramos já são Made in China.

  40. Olha eu sou a favor do Bolsonaro, e eu não quero um Brasil comunista, por que o comunismo na China pode até "dar certo", mas lá o povo não tem liberdade, lá você não pode nem ter sua própria terra, não pode escolher seu entretenimento, tudo controlado pelo estado, se a China fosse como os EUA, o PIB deles estaria o dobro dos EUA

  41. Vocês falam claramente e de forma objetiva. Obrigada pelas informações relevantes de maneira natural, neutra.

  42. olha uma coisa e uma coisa , outra coisa e outra coisa ,assim em diante ,nao misturar democracia com republica ou qualquer nome a ser declarado,olha o brasil e um pais avancado em algumas tecnologia,mas nao tem no momento na ordem dos fatores muita estrutura, minha opiniao E.U.A ou china paga a conta dos cidadaos brasileiros ,resposta ,nao ,entao nao faz centido o que se passa, se diminui o comnercio E.U.A e china ,ta tudo bem ,olha a cabeca e feita pra pensar , obrasil e claro em um processo muito grande ,talvez 50 anos ,fazer um contrato com a india e paquistao e talvez 6 paizes do tamanho de portugal ,que passa por extrema dificuldade ,mas tera resultado a longo prazo com vendas ,nao existe outra forma,nao pode ser manipulado por ninguem ,nao e pessoal e a verdade do seculo 21,se por acaso isto se sucede em um processo 15 anos ja de trabalho ,E.U.A ou memo china ,peder ajuda ,nao deve se negar ,mas nunca depopsitar os ovos na mesma cesta , nao deve puxar saco e nem levar como ensulto ,sao pessoas adultas

  43. Isso a imprensa não fala….. não, pera!!!! 🤔🤔😂😂😂😂😂👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻 BBC toooop

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *