As origens da crise na ‘rica’ Venezuela


A BBC publicou recentemente uma série de
reportagens trágicas sobre a Venezuela Falamos da fome que fez com que venezuelanos perdessem, em média, 11 kg no ano passado Falamos do êxodo de
venezuelanos desesperados em busca de uma vida melhor nos países vizinhos e
falamos até de corpos que explodem em necrotérios por falta de energia para o
resfriamento Não faltaram perguntas dos nossos seguidores Como a Venezuela chegou onde chegou? E será que é possível que o Brasil acabe no mesmo buraco? A situação da venezuela definitivamente foi um tema importante nessa campanha eleitoral Meu nome é Lígia Mesquita e eu convido
você agora para a gente tentar entender um pouco como é que esse país passou da
farra dos chamados petrodólares, da dinheirama que vinha do petróleo, para uma
situação de fome Eu vou destacar três pontos. Número
1: a economia Na Venezuela, ela é excessiva, quase total dependente do petróleo. Já no Brasil, a gente vive reclamando que tem concentração excessiva de matérias-primas entre as exportações, mas não é nada que se compare à total
dependência venezuelana do petróleo Não é para a gente comemorar demais não,
mas vale lembrar, para quem não sabe, que o Brasil exporta de soja até avião da
Embraer Já a Venezuela é um exemplo do que
alguns especialistas em desenvolvimento chamam de maldição da matéria-prima. Já
ouviu falar nisso? Alguns países conseguem até superar essa bênção da
natureza e usar as riquezas naturais para diversificar a economia, mas tem
outros que não. A Venezuela tem a maior reserva de petróleo do mundo Maior que a da
Arábia Saudita Aí o que aconteceu? Com essa bênção toda, com esse petróleo, o governo venezuelano não investiu muito em outras coisas. Ele foi abandonando agricultura,
indústria e viveu anos na base dos petrodólares Chegou 2014 e houve uma
crise internacional do petróleo O preço do barril do petróleo despencou: estava em
115 dólares no começo do ano e foi para 48 dólares Você já imaginou o baque disso? Para você entender no seu bolso: você ganhava 11,5 mil reais de salário e aí o seu salário passa a 4,8 mil – tipo assim,
de um dia para o outro. E aí você não tem só você e sua família para sustentar não: você tem a parentada, um agregado, tem o primo de Honduras, o primo da Argentina o
primo de Cuba… Foram vários os motivos para essa queda do preço do petróleo A economia chinesa, que estava dando dinheiro para todo mundo, um monte de indústria, desacelerou Os EUA, espertinhos, passaram a investir numa
técnica de fracking, que é extrair petróleo de rochas “Mas o preço voltou a
subir neste ano” Sim, não voltou ao pico que estava, mas
atualmente um barril custa cerca de 74 dólares O problema é que a Venezuela também passou a produzir muito menos petróleo Quando Hugo Chávez assumiu o país pela 1ª vez, lá em 99, a Venezuela produzia mais de 3 milhões de barris por dia Hoje, ela produz apenas um milhão e
meio A gente entrevistou vários especialistas no setor e eu vou resumir… É detalhe demais para você? Avança um pouquinho e vai até a hora que vai aparecer um topete do Trump 1º: a má gestão da Petrobras deles De falta de investimento
em infraestrutura até o controle no preço da gasolina e do diesel para
segurar artificialmente a inflação no país 2º: políticas nacionalistas que levaram a disputas intermináveis com multinacionais que investiam no setor Companhias como a Exxonmobil não
aceitaram Elas tiveram até os bens confiscados e estão brigando até hoje para ver como é que vai ficar isso aí 3º: corrupção. Não sei se
você já viu esse filme… A justiça lá já processou 90 pessoas
em escândalos na estatal do petróleo 4º: a venda de petróleo a preços abaixo do mercado para países caribenhos aliados de Chávez 5º: para piorar ainda mais as coisas, as
sanções impostas pelos EUA dificultam à Venezuela pegar dinheiro
emprestado no exterior e a venda de ativos para financiar a crise.
O Maduro foca muito nisso: ele culpa os americanos, as sanções, o imperialismo (que ele chama, né?), mas os especialistas dizem que essas sanções, enfim, esse castigo não tem um papel tão decisivo assim E olha que curioso: sabia que, apesar dessas sanções, os EUA continuam comprando petróleo venezuelano? Eles argumentam que não têm
o objetivo de agravar a tragédia venezuelana Há quem diga também que isso
levaria a um aumento do preço da gasolina lá nos EUA – e aí ninguém merece, né? Vamos falar agora do segundo aspecto:
a independência das instituições A acusação é de que lá na Venezuela não há
independência entre os três poderes: executivo, legislativo e judiciário.
Vamos começar falando pelo legislativo Em 2015, o chavismo perdeu o controle do
parlamento. Depois de acusações de que a oposição estava tentando derrubar ele do poder por meio de um golpe o presidente Nicolás Maduro convocou uma
Assembleia Nacional Constituinte Na prática, é uma manobra para esvaziar
totalmente o poder do legislativo, comandado pelos opositores, e aí criar
uma instância paralela de decisão. E essa instância paralela funciona como? Ela
funciona com a ajuda do judiciário, que é acusado pela oposição de ser totalmente chavista Vamos lembrar aqui que o Chávez aumentou
o número de integrantes do STF venezuelano para ele ter uma maioria de
juízes indicados por ele Vamos comparar com o Brasil:
a situação até o momento é outra No impeachment da Dilma Rousseff, por exemplo, o Congresso votou pela saída da então presidente e essa decisão foi respaldada pela
Justiça Agora vamos ao 3º e último ponto: vamos falar do papel do exército e da imprensa O exército garantindo a sobrevivência do chavismo e a imprensa não podendo se manifestar livremente A Venezuela tem uma forte presença do exército no governo Chávez foi coronel
do exército e, para quem não lembra, antes de ser eleito, ele tentou dar um golpe
militar em 1992 Gente, é muita história nesse país Bom, o que ele fez? Ele levou as
forças armadas para seu governo Ele chamou vários militares para serem
ministros e colocou outros generais para cargos em um monge estatal.
O presidente da Petrobras venezuelana, da estatal do petróleo, por exemplo, é um
general Em abril de 2002, para quem também não lembra,
houve uma tentativa de golpe organizada por parte do empresariado
venezuelano que chegou a assumir o poder brevemente, mas aí o que aconteceu? Os militares leais ao Chavéz conduziram ele de volta ao poder E o último ponto é a imprensa. Na Venezuela, o governo exerce um forte controle da imprensa Não gosta de crítica, não. Os veículos que ele considera de oposição foram fechados e outros comprados por chavistas Apenas em 2017, 49 veículos de comunicação foram fechados pelo presidente Maduro, segundo o sindicato de jornalistas local É muita coisa… Como eu disse, é muita história Eu tinha feito um roteiro imenso e a gente teve que dar uma boa resumida aqui Se você quiser ler mais, clique na
reportagem que eu e meu colega Felipe Corazza escrevemos na BBC News Brasil.
Ela está colada aqui embaixo Obrigada e até!

Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , ,

About Nicklaus Predovic

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *